28.05.2017 - Rota das Tapas em Faro

É verdade, com a nossa mudança para o Algarve e nova vida (supostamente com mais tempo!) o Mapas & Papas iria ser muito mais activo! Pronto, esta parte não aconteceu, como já viram.
Mas isso agora não interessa, interessa sim que a Rota das Tapas este ano já chegou ao Algarve e, por isso, não podíamos mesmo deixar de partilhar esta experiência.

Podem descobrir "tapas" tipicamente algarvias (vá quase todas) em 18 espaços espalhados pela cidade de Faro. Embora a diversidade, mas escolhemos as que nos  cativaram de alguma forma a descobrir a tapa e o espaço em si.

Como provavelmente sabem, esta iniciativa traz-nos um conjunto de tapa + cerveja por 3€, e convida-nos a descobrir novos sabores e espaços. E para nós, nunca fez tanto sentido como aqui, em que não conhecíamos muito. A verdade é que descobrimos sítios muito giros, com pratos super apetecíveis, e onde vamos querer voltar.

Em baixo apresentamos a lista dos locais aderentes à "Rota das Tapas" e uma breve opinião acerca das que tivemos o prazer de experienciar.

1. Castelo - Camarão Marinado com Cítricos Algarvios.









Foi pena não ter um sabor cítrico mais forte e não estar fresquinha (em termos de temperatura) como deveria. Contudo foi óptima para acompanhar a cerveja e o pôr-do-sol (num dos locais que, até à data é dos nossos preferidos por cá!).     

2. Faz Gostos - Tomatada com Ovos e Torresminhos.
Apesar de não termos foto (podem ver todas no site), foi deliciosa! A tomatada com o ovos tinha um sabor e textura muito boa, e os torresminhos davam aquele toque crispy (se bem que em alguns dos casos os torresminhos acabaram por absorver a humidade dos ovos e tomate e essa textura não se notava muito). A porção era óptima, pois era uma tapa à portuguesa.

3. Vila Adentro - Estaladiço da Vila (estaladiço de lingueirão em massa "filo", acompanhado com xarém sólido de coentros).













Esta foi uma das tapas que mais gostámos! (É difícil escolher, mas se não é a número 1, está no nosso Top 3!) A massa filo estava super crocante, e o recheio, assim como a base de xerém era deliciosos. O recheio super leve e cremoso, onde o sabor do lingeirão sobressaía, conjugado com a massa filo e o xerém ( com um sabor a alho na medida certa), formam a combinação perfeita. Adorámos!

4. Tertúlia Algarvia - Cavala Mediterrânica com Pão de Alfarroba (cavala em conserva, com temperos mediterrânicos e pão de alfarroba aromatizado com azeite e oregãos).

5. O11ze Tapas - Sardinha em Azeite de Oliva, com ou sem picante (sardinha do algarve em azeite extra virgem com ou sem piri piri, acompanhado com pão rústico, cebola roxa e coentros moídos).

6. Aqui D'el Rei - Tapa a Aqui D'el Rey (caril de vegetais com camarão).

7. Columbos Cocktail & Wine Bar - Caprese (espetada de tomate cherry com queijo mozzarella e mangericão em tostinha integral)

8. Cinderella Farense - Galinha com Grão (galinha cozida com grão de bico, abóbora e hortelã sobre fatia de pão)

9. Mezzanine Bar & Vinoteca - Lingueirão Panado à Mezzanine (Lingueirão Panado com molho de coentros).

Foto: Mezzanine Bar & Vinoteca









Mais uma entrada no nosso Top 3!  No Mezzanine, também ficámos deliciados com a tapa. O lingueirão panado estava óptimo, com o polme fino e crocante;  e o molho de coentros completava na perfeição este pitéu.

10. Pé de Copos Restobar - Shime Saba (cavala em vinagre de citrinos com ovas de lumpo sobre torrada de azeite de oliva e ervas).

11. Costa Algarvia - Lascas de Bacalhau em Tosta Crocante com Feijão Frade.

12. Innocent - Biqueirão à innocent (biqueirão cozido em vinagre de vinho tinto, sobre torrada de pão saloio).   

13. Restaurante Académico - Bacalhoada (refogado de tomate, cebola, alhinho, piri piri, bacalhau desfiado e especiarias servido como recheio de sandwich).

14. Aperitivo - Ceviche (corvina marinada com um toque ligeiro de picante, lima, rabanete e  ruibarbo). 











No Aperitivo, o Ceviche estava bom (já sabem que sushi e ceviche são um tema complexo, portanto até foi uma boa surpresa). O sabor cítrico não era muito evidente, podia estar um bocadinho mais fresco (frio), e em vez de ruibarbo continha manga (resultava ), mas gostamos!


15. Rooftop Hotel Eva - Muxama de Atum (muxama, alface juliana, alcaparras e azeite de oliva). 

16. Boheme - Corneto de Tremoço (cone em massa de tremoço com gelatina de cerveja e atum desidratado).  


A tapa que,  sem dúvida nenhuma,  era a mais diferente e cativou-nos por isso. O Corneto de Tremoço do Boheme é o tipo de tapa que ou se gosta ou se detesta. Na minha opinião (Tiago), achei a combinação da gelatina de cerveja com o atum bastante agradável e o cone estava super estaladiço. Mas, se não adorarem cerveja, mais vale esquecer!


17. Sushi Ya Fushion - Tataki Atum com Dois Makis (atum brazeado com molho teriaki e dois rolos de sushi do Chefe).

O Tataki de Atum com Dois Makis, também tinha de entrar na nossa rota! No no geral foi uma tapa boa (e bastante elogiado) . O atum brazeado com molho teriaki era óptimo, mas os makis não convenceram...

18. Portas de São Pedro - Folhado de Polvo (folhado de polvo da ria formosa). 











O Folhado de Polvo foi outra surpresa! (Quer dizer... soou-nos logo bem!) O recheio deste folhadinho era delicioso, o polvo tenrrinho e os sabores, apurados pelas especiarias e ervas aromáticas. Top 3 também. E o cheiro maravilhoso neste restaurante? Vamos voltar de certeza.


Agora para quem ainda não conseguiu entrar nesta "Rota", tenha atenção que faltam poucas horas para terminar e existem algumas tapas que valem a pena experimentar.

Divirtam-se!
Tiago e Catarina

04.03.2017 - Sugestões para o primeiro fim-de-semana de Março





Março sempre foi dos nossos meses preferidos e, agora que nos mudámos para o Algarve, parece mais interessante do que nunca.

A verdade é que os meses de Janeiro e Fevereiro não são exactamente os mais interessantes por aqui. Claro que os meses de Inverno têm o seu encanto, com a sua calma e praticamente sem turistas mas, para nós, é demais! Está tudo fechado e algumas cidades parecem mesmo cidades fantasma. E não, não ficamos nada entusiasmados ao pensar no mês de Agosto (viemos uma única vez na vida e não ficámos a morrer de vontade de repetir), mas já nos apetece um bocadinho de movimento e de bom tempo.

E é por isso que este mês é perfeito: o tempo melhora tanto que a roupa de Inverno já passou para o armário secundário e temos as T-shirts à mão, fazem-se obras de melhoramentos por todo o lado, as lojas e restaurantes voltam do seu período de hibernação e os horários alargam-se.

Depois de uns dias de calor (e mesmo com o mau tempo de ontem), os fins de tarde numa esplanada , com vista para o mar, a ver o pôr-do-sol parecem estar mais próximos do que nunca. Além disso, o primeiro de fim-de-semana de cada mês é sempre recheado de feiras e mercadinhos e este em particular traz um evento que nunca podemos deixar passar:


RESTAURANT WEEK






Todos os anos esperamos ansiosamente pela chegada do Restaurant Week, que nos traz uma desculpa perfeita para ir experimentar um novo restaurante (a que provavelmente ainda não fomos pelo preço!). Assim que abrem as reservas apressamo-nos para o site, numa grande indecisão sobre qual escolher, para muitas vezes vir a descobrir que aquele que queríamos mesmo mesmo já está esgotado.

E apesar de já não estarmos em Lisboa, onde podíamos escolher dentro de uma variedade de mais de 50 restaurantes, não vamos deixar de aproveitar!

Este ano, para quem também não está em Lisboa, a lista está um bocadinho mais difícil de consultar, mas no Algarve temos (que tenhamos encontrado) três opções:

- Fusion, The Lake Spa Resort 


ENTRADA À ESCOLHA
Dim Sum em trio e Gyosa de camarão em caldo dashi
Gnocchi de açafrão com camarão, tomate cereja e espinafres
Mil folhas de queijo fresco de cabra e brie panado com pêra e alecrim

PRATO À ESCOLHA
Filete de peixe galo com sésamo, citrinos e nori, Wok de legumes e gengibre rosa, puré de batata e wasabi
Ravioli de gorgonzolla, molho de parmesão e pêra, rúcula e pêra grelhada
Naco de Black Angus, manteiga á Portuguesa, batata e cebolinha salteadas, salada de agrião e presunto

SOBREMESA À ESCOLHA
Morangos em parfait gelado
Bolo de pêra e gengibre, molho de chocolate, gelado de baunilha
Taça 100% chocolate


- Mouraria, Pousada de Tavira


APERITIVO
Amuse Bouche Dia | Flute de Espumante

ENTRADA
Sopa de grão de bico com espinafres e crocante de presunto

PRATO À ESCOLHA
Raia de alhada
Perna de Pato confitada com rosti de batata, tomate seco, cebola roxa em molho de laranja

SOBREMESA
Torta de Laranja com salada de citrinos


Viagem aos Sabores, Pousada de Sagres


ENTRADA À ESCOLHA
Canja de Ameijoas com Hortelã
Croquetes de Novilho com Mostarda e Mel

PRATO À ESCOLHA
Pato estufado com Figos secos e Arroz de Açafrão
Carolino de Cogumelos com Espinafres

SOBREMESA À ESCOLHA
Torta de Alfarroba com gelado de Baunilha
Torta de Laranja com couli de Frutos vermelhos

Podem também consultar aqui a lista para Lisboa e para o Porto, para as restantes cidades, devem pesquisar primeiro por cidade e, depois, pelo Menu.


FEIRA DOS ENCHIDOS TRADICIONAIS - MONCHIQUE



Se restaurantes fancy não forem bem a vossa cena (ou se forem, mas não só!), então sugerimos a Feira de Enchidos de Monchique.

Além dos mais diversos tipos de enchidos, podem ainda encontrar vários stands com gastronomia, artesanato bem como concertos ou sessões de showcooking.

Podem consultar o programa completo aqui.


FEIRAS E MERCADOS



O primeiro fim-de-semana do mês é sempre óptimo para quem, tal como nós, adora feiras e mercadinhos. Se não passávamos sem o Mercado do CCB (primeiro Domingo do mês), a Feira das Almas (que, entretanto, acabou), e especialmente o Crafts & Design, no Jardim da Estrela, agora também temos muito para conhecer:


MERCADOS
- Mercadinho na Aldeira – Castro Marim
Casa de Odeleite 10h.00 – 17.00

- Feira da Primavera – Silves
Quinta da Figueirinha 11.00h


FEIRAS DE VELHARIAS

1º SÁBADO DO MÊS

QUARTEIRA
Centro da cidade

ALVOR
Zona Ribeirinha

ALGOZ
Largo da Várzea

TAVIRA
Junto ao mercado municipal 09.00-17.00


1º DOMINGO DO MÊS

OLHOS DE ÁGUA

ALZEJUR
Escola Primária dos Vales | 09.00-13.00

LAGOS
Parque de estacionamento do complexo desportivo | 08.00-14.00

PORTIMÃO
Parque de Feiras e Exposições | 08.30-12.30

16.02.2017 - Sugestões a não perder este fim-de-semana!




Depois de um fim-de-semana com um tempo terrível um bocadinho por todo o país (sim, por aqui também há mau tempo uma vez de vez em quando...), em que não apeteceu fazer nada se não ficar em casa a ver filmes ou a fazer bolinhos, desta vez há que aproveitar!

Até porque, apesar de neste momento não termos a quantidade de opções a que nos habituámos, este fim-de-semana não nos podemos queixar! Há vários eventos e alguns começam já hoje ou amanhã.

Por isso, queremos partilhar as nossas opções preferidas, para quem, tal como nós, vai passar o fim-de-semana no Algarve :)


MOSTRA "SILVES - CAPITAL DA LARANJA"













"Destacar a citricultura que se faz no concelho de Silves, os seus produtores e os assuntos que interessam para a melhoria deste sector é o grande objetivo da 1ª mostra “Silves Capital da Laranja”, que abre portas no próximo dia 17 de fevereiro, na Fissul em Silves e termina no dia 19 (...) " (site Câmara Municipal de Silves).

Assim, haverá um debate sobre o tema, entre várias ofertas bem interessantes, das quais destacamos:

- Concerto dos Deolinda (que nós gostamos tanto!), Sábado (dia 18), às 21.30h;

- “Concurso Regional de Cocktails” e workshops, durante o dia de Sábado (dia 18);

- Showcooking com o Chef Luis Santos, Domingo (dia 19) às 15.30h.

Podemos ainda contar com outras actividades como concertos de Argentina Freire (dia 17 às 21.00h) e do grupo Vá de Viró (dia 19 às 16.00h), entre outras. Podem ver o programa completo aqui.



FEIRA DO CHOCOLATE - LOULÉ



Já deixámos o mês de Janeiro (aquele em que está meio mundo de dieta!), então já podemos fazer sugestões deste género (até porque por esta altura já devem estar a ficar sem stock de bom-bons recebidos no Natal :p )

O mercado de Loulé já é um espaço super interessante à partida, por isso, se lhe juntarmos expositores dedicados ao chocolate, com bombons, bolos, cascatas / fondues e ainda algumas bebidas como ginjinha ou bebidas quentes, só pode correr bem!
Se por alguma acaso, o fim-de-semana não nos trouxer tão bom tempo como esperamos, podemos sempre aproveitar para ir beber um último chocolate quente antes de chegar a Primavera...

Mercado de Loulé | Dia 16 a dia 19 das 10.30h às 19.00h | Entrada livre
Podem encontrar mais informações aqui.



FESTIVAL DAS CAMÉLIAS - MONCHIQUE



Este festival, em Monchique (num zona que, aparentemente, é apelidada de "Jardim do Algarve") vai contar com diversas actividades, das quais destacamos:

- Rota das camélias (dia 19 às 09.30 - inscrições até dia 16);

- “Ilustra-te” Exposição e venda de ilustrações / elaboração de retratos ao vivo, com a talentosa e muito original ilustradora Selma Pimentel  (das 11h00 às 19h00), cujo trabalho temos vindo a acompanhar;

- Exposição e mercado de camélias;

- Workshop de facepainting;

- Mostra de doçaria e de artesanato.

Podem ver todas as informações e actividades no programa.


CONCERTOS



- 1º Festival de Piano do Algarve - Mário Laginha e Armando Mota
Estreia mundial do concerto para piano a quatro mãos, composta por Armando Mota. Esta obra, que o compositor dedica a Bernardo Sassetti e Mário Laginha, tem a originalidade de ser a única que foi escrita por um compositor português para este tipo de formação. (Página do Evento)

Portimão | Sábado, dia 18 de Fevereiro às 21.30h | Preço:10,00€ - Bilhetes: Bol
Para mais informações: TEMPO - Teatro Municipal de Portimão


- Nuno da Câmara Pereira
Faro | Sábado, dia 18 de Fevereiro às 20.30h | Preço: 12,50€ Bilhetes: Bol 
Para mais informações: Teatro Lethes

- João Pedro Pais
Lagoa | Sábado, dia 18 de Fevereiro às 21.30h | Preço: 5€ 
Para mais informações: TicketLine

- Diogo Piçarra
Albufeira | dia 17 de Fevereiro às 21H30 | Preço: 10€ , Bilhetes: Câmara Municipal  e  Piscinas
Municipais ou Auditório Municipal, no dia do espectáculo, a partir das 19h30.
Para mais informações: Portal do Municipio de Albufeira


PASSEIO AMENDOEIRAS EM FLOR
















Se ainda não tiveram oportunidade de aproveitar para passear e ver as bonitas amendoeiras em flor no Algarve, então este fim-de-semana é a vossa hipótese! Está mesmo a acabar a altura delas, mas ainda vão a tempo.

Podem ver como foi o nosso passeio e a nossa sugestão de percurso aqui.

03.02.2017 - Rota das Amendoeiras em Flor, no Algarve!



Já sabem que estamos sempre prontos para mais um passeio e para descobrir novos locais. Por isso, quando, muito simpaticamente, nos disseram que no Algarve também havia percursos para ver as amendoeiras em flor, soubemos logo que tinham de fazer parte do nosso fim-de-semana.

Até porque por aqui, onde aparentemente a Primavera chega mais cedo, já vemos os campos todos floridos e as árvores em flor. Depois de uma pequena pesquisa, percebemos que, enquanto no norte de Portugal as rotas das amendoeiras em Flor são perfeitas em Março, no Algarve são perfeitas no início de Fevereiro.


E assim, pareceu-nos uma óptima ideia realizar o "Percurso das Amendoeiras", que se insere na rede (de 135 Km) de percursos pedestres do Baixo Guadiana.


Local 1

Local 1



E nós gostamos muito de aventuras, mas também gostamos de vos deixar as nossas experiências e conselhos, porque nem sempre as aventuras são as mais agradáveis deste mundo. Por isso, ficam as nossas notas relativamente a este percurso:

- Para quem, tal como nós, está habituado a fazer caminhadas em locais planos e a quem parece que 11km não tem nada que se lhe diga e se fazem, a passo de passeio e já com paragens pelo meio, em duas horinhas, desenganem-se! Se quiserem fazer o percurso descontraidamente e ainda tirar algumas fotografias pelo caminho, contem pelo menos com umas três horas de subidas e descidas (afinal, estamos na serra algarvia!).

- Nas indicações do percurso, que vos deixamos de seguida, onde se lê:
"De regresso ao percurso, atravesse a ribeira  (...) Antes da ponte, tome o caminho de terra batida à esquerda e desça até à ribeira, atravessando-a ", deveria, na realidade, ler-se "De regresso ao percurso, calce as galochas até ao joelho (ou suba as calças - nada de skinny jeans neste caso! - tire os sapatos e atravesse o rio de água gelada. Não vale a pena secar tudo muito bem, porque dez minutos depois terá de fazer exactamente a mesma coisa, num local ainda mais fundo!

- Novamente, nas indicações, onde diz: "Chegou o momento de realizar o troço mais difícil deste PR: uma íngreme e árdua subida. Não desanime, pois esta a pouco mais de 1,5km do fim. Para descontrair, nada melhor do que apreciar a paisagem, enquanto realiza a “escalada”", depois de tudo o que já fizeram, não há motivos para ficar assustado: realmente a subida parece nunca mais acabar, mas não é nada difícil e a vista é um espectáculo.

- Se, por alguma razão, quiserem fazer apenas um bocadinho do percurso, a parte onde vimos mais amendoeiras em flor foi entre Funchosa de Cima e a Ribeira de Beliche e o local onde se tem uma vista panorâmica melhor é na última subida do percurso (no mapa, letra H até letra A).

- Podem ver no nosso mapa e nas legendas das fotografias, o local aproximado onde foi tirada cada uma. Bem como descarregar o nosso mapa ou o documento com o mapa e as direcções.

Local 1








Deixamo-vos, então, com as direcções retiradas do mapa disponível no site da ARCDAA:

A - Inicie o PR8 em direcção a Soalheira. Ao longo deste primeiro troço convidamo-lo a desvendar a flora local. Nas encostas não cultivadas verifica-se um nítido domínio do característico mato da zona mediterrânea, constituído por uma mistura de esteva, rosmaninho, sargaço, tojo e alecrim, intercalado por azinheiras centenárias.

Local 2
Local 2
Local 2-3

B - À saída da povoação, siga pelo caminho ascendente, rumo ao velho moinho de vento sobre a colina ao fundo. A seguir à pequena povoação da Casa dos Corvos, sobem-se alguns metros por estrada pavimentada, seguindo, mais à frente, novamente por caminho de terra batida.

Local 2-3















Local 2-3
C - Continue o passeio em direcção ao cerro de Alta Mora, sobre o qual se localiza um marco geodésico. Na passagem pela encosta norte deste cerro aprecie a espectacular vista panorâmica.

Local 3
Local 4


Local 4

Local 4

Local 4


Segue-se uma descida acentuada, seguida de mais um troço de estrada pavimentada. Depois de abandonar o piso pavimentado, alguns metros mais à frente, chega a uma portela, de onde pode contemplar a Serra do Caldeirão. A partir daqui e sempre a descer, até à pequena povoação de Caldeirão, actualmente abandonada e em ruínas.

Local 5



Caso esteja a realizar o percurso nos meses de Janeiro/Fevereiro ficará maravilhado com as amendoeiras em flor, que, todos os anos por esta altura, cobrem a paisagem de branco.

D - Uma vez em Caldeirão (Km 3,5), o PR8 segue agora para a esquerda, em direcção a Pernadeira.

Local 6

Local 6

Local 6

E - Já em Pernadeira (Km 4,6), em frente ao Café Pinto, vire à esquerda e siga pela estrada pavimentada. Junto à paragem de autocarro, siga por caminho pavimentado até Funchosa de Baixo.

Local 7

F - Na passagem pelas povoações de Funchosa de Baixo e Funchosa de Cima, aproveite para conhecer de perto um ”monte típico” do interior algarvio.
Depois de ter visitado as duas povoações, a próxima paragem é a Ribeira do Beliche. Ao longo da cumeada que o conduzira à ribeira, aproveite para desvendar mais um pouco da flora e da fauna locais.

Local 8

Local 8

Local 8

Local 8

Local 8

G - De regresso ao percurso, atravesse a ribeira o rio e continue em frente até alcançar a estrada pavimentada que liga Cortelha a Alta Mora.
Antes da ponte, tome o caminho de terra batida à esquerda e desça até à ribeira ao rio, atravessando-a  o.

Local 9 - O primeiro rio a atravessar

Local 9

Local 10

H - Chegou o momento de realizar o troço mais difícil deste PR: uma íngreme e árdua subida. Não desanime, pois esta a pouco mais de 1,5km do fim. Para descontrair, nada melhor do que apreciar a paisagem, enquanto realiza a “escalada”.

Local 10

Concluída a subida, o PR8 segue em direcção a Cerro, seguindo depois para a antiga Escola primária de Alta Mora, actual sede da associação ARCDAA. Dirija-se então para o final deste percurso, de aproximadamente 11km.

Local 10

























Percurso das Amendoeiras - PR8

Preços (pax): gratuito
Distância: 11km (circular)
Local de início: Alta Mora, Castro Marim (cruzamento junto à paragem de autocarro, em direcção a Soalheira)

Data: Para ver as amendoeiras em flor - Final de Janeiro / Início de Fevereiro
Para outros passeios - Outono / Inverno / Primavera

Informações úteis
Associação Odiana - Baixo Guadiana   |   ARCDAA   |   Wikiloc

Download Documento com 
Mapa e Direcções Mapas & Papas                            Download Mapa Mapas & Papas


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...